Categoria: Curiosidades

Há quem diga que a brincadeira de chamar o 1º de abril como “Dia da Mentira” surgiu na França, no século XVI, em meio ao reinado de Carlos 9º. A explicação seria o fato de o rei se negar a aceitar o calendário imposto pelo Papa Gregório e seguir comemorando o Ano Novo durante uma semana, de 25 de março a 1 de abril. Cinco séculos depois, a data ganhou outro significado. Virou dia de pregar peças nos amigos e zombar de “quase verdades”. E para celebrar o momento, relembramos algumas das contratações que deram o que falar. Principalmente porque nunca acontecerem de verdade.

De Ronaldinho Gaúcho driblando três clubes a Túlio Maravilha trocando de equipe no desembarque, o futebol brasileiro coleciona histórias dignas da data. Confira alguns casos emblemáticos:

O Rei do Drible

Pode-se dizer que a fama de Ronaldinho Gaúcho nos gramados, por vezes, deu o tom à história dos bastidores também. Tanto que merece um tópico à parte. Desejo de quase todos os clubes, o astro colecionou dribles em dirigentes ao longo da carreira. Cria do Grêmio, ele viu o Estádio Olímpico receber um sistema de som para anunciar o seu retorno, em 2011. Os equipamentos, porém, só viraram motivo de chacota para o Tricolor, que viu o armador ir parar no Flamengo…

Em 2014, foi a vez de o Palmeiras cair no canto do Bruxo. O acerto com o clube durou algumas horas. Acredite, o Verdão chegou até mesmo a pagar a taxa de transferência de R$ 600 à Federação Mineira de Futebol, mas anunciou a desistência dizendo que Ronaldinho e o irmão, Roberto Assis, mudavam as exigências a cada vez que o Palmeiras cumpria as anteriores.

Nem mesmo Eurico Miranda, conhecido pela força que tinha nos bastidores do futebol, conseguiu evitar um drible de Ronaldinho. Após anunciar em voz alta que o atleta estava 90% certo com o Vasco, em 2015, o ex-presidente vascaíno viu o craque acertar com o Fluminense. Ao Cruz-Maltino restou fechar com… Andrezinho.

No Vasco, nem de graça

Seriam tempos da famigerada “Lei do Ex”. Com dez anos de Flamengo nas costas, Léo Moura chegou a ser anunciado pelo Vasco em 2015. Mas aquele não era mesmo o ano do Cruz-Maltino no mercado. Porque menos de quatro horas depois, o jogador, que na época estava no Fort Lauderdale Strikers-EUA, deu para trás. Atacado pela torcida rubro-negra nas redes sociais, Léo Moura admitiu ter procurado até mesmo Romário para intermediar o acerto, mas disse ter decidido não aceitar por carinho ao Flamengo.

O então mandatário vascaíno não aceitou bem a recuada do lateral. Irritado, Eurico Miranda decretou: “Nem de graça ele vem para o Vasco.”

Anelka é do Galo… Ou era

Não era Copa do Mundo ainda, mas um francês deixou sua marca no Brasil. Em tempos de redes sociais, a frase “Anelka é do Galo”, com quase 40 mil compartilhamentos, deixou a história escrita. A publicação do então presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, anunciava a contratação do jogador, que não estava acertado. De saída do West Bromwich, da Inglaterra, Anelka chegou a visitar a Cidade do Galo, mas o clube anunciou a desistência do negócio após o francês não cumprir com os prazos de resposta e apresentação determinados.

Túlio “MaraIlha” no Arruda

A cena do desembarque de Túlio Maravilha no Aeroporto dos Guararapes se tornaria emblemática na história do futebol. Marcou um Clássico das Multidões nos bastidores, com o “balão” do Santa Cruz sobre o Sport. Em 2001, para brigar contra a queda no Brasileiro, o Rubro-negro encontrou a salvação ao assinar com o atacante, artilheiro por três temporadas na Série A. Ou pensava ter encontrado.

Recepção de gala, bandinha, torcida e festa na chegada do goleador ao Recife. Só que a história tomou rumos inesperados. Após voltar para acertar o distrato com o Vila Nova-GO, Túlio retornou a Pernambuco. Dessa vez, no entanto, com a camisa do Santa Cruz… Mas ao término da temporada, ambos foram rebaixados para a Série B.

Veja também:
7 Bichos que vão fazer você dar graças por não ter vivido na Pré-História
3 Lendas urbanas que acabaram se provando reais
7 curiosidades sobre o Wolverine

Quem tem um amigo, tem tudo

Sem sorte, o Sport voltaria a ser vítima em 2007. De uma só vez, perdeu atleta e treinador. Naquele ano, o Leão havia acertado a contratação do meia-atacante Giovanni, ídolo do Santos, por indicação de Alexandre Gallo, comandante do Rubro-negro.

Mas, semanas depois, o Internacional perdeu o técnico Abel Braga para o Monaco e tratou de tirar Gallo do Sport. No dia 26 de abril, o G10 também deixou a Ilha do Retiro. Pediu para ser feita a rescisão e foi parar no Mogi Mirim, a pedido de Rivaldo.

“Valeu, Drogba”

Salário de 120 mil dólares (cerca de R$ 380 mil na época), carro blindado, tradutor em tempo integral, seis passagens Brasil-Europa, bônus em caso de artilharia… Tudo não passou de um sonho, para o Corinthians.

Confiante do “sim” de Didier Drogba, o clube paulista planejava apresentar o jogador sob grande festa, mas viu a negociação ruir. Teve até loja vendendo camisa com o número do suposto futuro ídolo. Mas… O marfinense deu de ombros para o Timão. Como se não fosse o bastante, em meio à repercussão das tratativas nas redes sociais, o Corinthians decidiu publicar uma nota para agradecer ao atleta pelas conversas: “Valeu, Drogba”.

Bate e volta inglês

Marcos foi, mas não ficou. Campeão da Copa do Mundo pela Seleção Brasileira em 2002, o goleiro do Palmeiras chegou a desembarcar em Londres no ano seguinte e passar dois dias em conversas com dirigentes do Arsenal. Era a chance do atleta despontar na Europa, ainda mais pela equipe campeã da Premier League na temporada anterior. Mas Marcos não estava pronto.

Aos 29 anos, pediu um prazo ao clube inglês para se acostumar com a ideia da mudança… e perdeu a oportunidade. Naquele ano, ele terminou jogando a Série B pelo Palmeiras. E não atuou por nenhuma outra equipe até o fim da carreira nos gramados.

Via Globo Esporte.
Postado em: CuriosidadesFutebol Por: Binho
Postado em: CuriosidadesVídeos Por: Binho

O universo da cerveja é muito mais extenso do que imaginamos e ultrapassa a questão recreativa. Por isso, a Ambev – empresa que domina boa parte do mercado de bebidas do Brasil, acaba de lançar a primeira plataforma de cursos gratuitos de conhecimento cervejeiro aberta ao público do país.

O objetivo é oferecer informações e curiosidades sobre a cerveja a partir de aulas avulsas, ministradas pelo time de mestres cervejeiros da cervejaria, que abordarão temas como estilos de cerveja, história da bebida, ingredientes e harmonizações: “Este projeto é exatamente o que queremos oferecer: uma fonte inesgotável de conhecimento cervejeiro”, detalhou Mauricio Soufen – vice-presidente de Supply da marca.

Ao todo, nove capitais brasileiras, entre junho e dezembro deste ano, receberão os cursos. Em São Paulo, as aulas já começaram no dia primeiro de junho, no Empório da Cerveja, em Pinheiros. Gosta de cerveja e quer entender mais sobre este vasto universo? Basta acessar o site e se inscrever. Afinal, cerveja também é conhecimento!

Via hypeness.
Postado em: CuriosidadesNotícias Por: Binho
XvideosPorno

Já pensou se algum dia a ciência encontrar uma forma de fazer com que animais há muito tempo extintos voltem à vida? Caso isso se torne possível, tomara que os responsáveis tomem muito cuidado, pois ninguém vai gostar de esbarrar com gatões dentuços, porcos gigantes ou capivaras bombadas por aí, não é mesmo? Aliás, veja a seguir 7 “bichinhos” pré-históricos que ninguém gostaria de encontrar acidentalmente:

1 – Pulmonoscorpius

bichos

Se a ideia de tropeçar com um escorpião não é nada agradável, imagine então se você desse de cara com uma versão imensa de um bicho desses! Os Pulmonoscorpius podiam medir mais de 1 metro de comprimento e eram venenosos — embora não se saiba o quão tóxico era seu veneno — e, por sorte, viveram aqui na Terra há cerca de 300 milhões de anos, durante meados do Carbonífero Inferior.

2 – Purussauro

bichos

A maioria das pessoas concorda que não é uma boa ideia bancar o bobo perto de jacarés. Pois entre 15 e 8 milhões de anos atrás havia um monstrinho na região amazônica, chamado Purussauro, muito semelhante aos jacarés de hoje em dia, mas que media assustadores 12,5 metros de comprimento.

3 – Josephoartigasia monesi

bichos

Se para você as capivaras parecem animais totalmente inofensivos, então imagine um desses roedores com o mesmo tamanho de um hipopótamo. Pois entre 4 e 2 milhões de anos atrás, existia uma versão — bombada — de capivara chamada Josephoartigasia monesi, que media aproximadamente 3 metros de comprimento e 1,5 de altura e podia pesar cerca de 1 tonelada.

4 – Entelodonte

bichos

De uns tempos para cá, os porcos caíram nas graças do povo, e muita gente está adotando esses bichos como animais de estimação. Há cerca de 20 milhões de anos, essas criaturas não estariam entre as mais indicadas para se ter por perto! Entre as espécies que perambulavam pela Terra estava o Entelodonte — também conhecido como Porco do Inferno ou Porco Exterminador —, um predador com mais de 400 quilos e 2 metros de altura no dorso.

5 – Xenosmilus

bichos

Você já deve ter visto imagens que recriam a aparência — assustadora, diga-se de passagem — dos tigres-dente-de-sabre, não é mesmo? Mas você sabia que esses animais não eram os únicos “gatões” que tocavam o terror durante a Pré-história? Os Xenosmilus viveram no nosso planeta entre 1,8 e 0,3 milhão de anos atrás e, além de medir cerca de 1,8 metro de comprimento e pesar entre 230 a 400 quilos, esses felinos tinham corpos extremamente musculosos.

6 – Madtsoia bai

bichos

Você tem medo de cobras? Pois se você tivesse habitado o planeta há aproximadamente 60 milhões de anos, ia viver com medo de cruzar com alguns espécimes que deslizavam por aí, como a Madtsoia bai, uma espécie de serpente que, segundo estimam os paleontólogos, podia ultrapassar facilmente os 12 metros de comprimento e pesar mais de 1 tonelada.

7 – Epicyon

bichos

Se você tem medo de pitbulls, então imagine dar de cara com uma versão raivosa e supercrescida desses cães. Esses eram os animais do gênero Epicyon, um cachorrão que viveu durante um período do Mioceno — entre 20 e 5,3 milhões de anos atrás — que, além de medir mais de 1,5 metro de comprimento e pesar quase 70 quilos, contava com uma mandíbula poderosa capaz de triturar ossos como se fossem biscoitinhos de vento.

Via MegaCurioso.
Postado em: CuriosidadesListas Por: Binho

Quando vemos nossos personagens prediletos de “Game of Thrones” fazendo aquilo que eles fazem de melhor na série, é fácil reconhecermos e memorizarmos suas habilidades, não é? E se, vivendo em paz e sem Guerra dos Tronos para se preocupar, Westeros sediasse uma edição dos Jogos Olímpicos?

Um fã criativo — e pra lá de empenhado! —, beefykrazo usou o Photoshop para transformar os principais cavalheiros e damas dos Sete Reinos em esportistas, com base nas habilidades que eles apresentaram até agora ao longo das oito temporadas da série da HBO.

O site Bored Panda reuniu as imagens e o resultado foi esta lista divertidíssimas e bem maluca. Dê uma olhada!

Arya Stark

Tão apaixonada por lutas e dona da Agulha desde muito cedo, não é nenhum mistério que a jovem Stark escolheria como seu esporte a esgrima. Mas apenas porque nenhum esporte olímpico admite punhal.

game of thrones

Theon e Yara Greyjoy

Depois da Batalha de Winterfell, até poderíamos assumir que Theon preferiria arco e flecha, não é mesmo? Mas, na cabeça do fã que criou as imagens, ele se juntou à irmã, Yara, para um belo número de ginástica rítmica.

game of thrones

Sansa Stark

Jovem, magra e alta, Sansa Stark tem porte de jogadora de vôlei e arrasaria em todos os lances. De cara, podemos dizer que ela saca bem!

game of thrones
Continue Lendo
Postado em: CuriosidadesListas Por: Binho
acompanhantes de são paulo