Categoria: Curiosidades

Você já parou para imaginar o que os super-heróis fazem em seu tempo livre, quando não estão combatendo vilões malignos e salvando o mundo? David Cubero, um designer de Barcelona resolveu pensar um pouco sobre o assunto e, unindo seu amor pelas action figures e pela fotografia, criou uma divertida série de imagens que “revelam” – segundo a fértil imaginação de David – como os heróis passam seu tempo ocioso. Confira a seguir:

1 – Eles tomam banho, ué

heróis

2 – E, às vezes, têm acidentes com as roupas dos colegas

heróis

3 – Eles brincam com os amiguinhos

heróis
Continue Lendo
Postado em: CuriosidadesListas Por: Binho

Se você é fã dos típicos parques de diversões com montanhas-russas radicais, provavelmente já percebeu que os loops que esses brinquedos possuem não exatamente redondos, já que em alguns casos têm um formato mais oval. Eles parecem mais gotas invertidas do que círculos propriamente ditos. Para entender por que eles possuem esse formato, é necessário resgatar um pouco do conhecimento de física do ensino médio.

Em primeiro lugar é necessário entender como os loops funcionam. Como que os carrinhos simplesmente não caem quando os trilhos invertem? Isso não ocorre graças à força centrífuga, que age nos carrinhos e os puxa constantemente para os próprios trilhos, principalmente por que eles estão em alta velocidade – resultados semelhantes não seriam obtidos se os carrinhos andassem de modo lento.

A menor velocidade que os carrinhos de uma montanha-russa conseguem correr depende exclusivamente da força centrífuga criada pela gravidade. De qualquer modo, é bastante improvável que os carros caiam dos loops, já que eles estão permanentemente fixos aos trilhos – e você também estará com o equipamento de segurança, então eles ficariam estagnados com todos os passageiros presos. Sabendo disso, vamos voltar ao ponto central da discussão: por que os loops não são 100% circulares? Vamos explicar de modo simplificado.

 

 Os carrinhos das montanhas-russas normalmente não são veículos que podem se locomover independentemente. No início das atrações, eles são empurrados automaticamente em direções íngremes e depois fazem uso da energia gravitacional para se locomoverem pelos trilhos até o final. Se os loops fossem compostos por arcos circulares perfeitos, os carrinhos precisariam iniciar o começo deles com energia cinética suficiente para subir os obstáculos. Porém, mesmo assim, a velocidade não seria segura o bastante para as pessoas, de modo que eles só andariam sobre os trilhos.

No topo do loop, podemos dizer aceleração centrípeta é fornecida pela gravidade. Quando estiverem lá, as pessoas se sentirão mais leves. Quando o carrinho atingir a posição das 9 horas, adições naturais de força e de impulso ocorrerão devido à gravidade, fazendo com que os carrinhos desçam. Toda essa quantidade de força pode ser bastante impactante para qualquer um, ocasionando tonturas, vômitos ou desmaios – o que não é o objetivo das corridas (apesar de isso acontecer ocasionalmente) e que pode ser sentido de modo mais forte se os loops foram 100% circulares.

 
montanhas-russas
 Para minimizar esses efeitos (e tentar deixá-los inexistentes), os loops são levemente esticados como se fossem gotas invertidas, para evitar o impacto de quando os carrinhos descem (e fazer um uso melhor da força centrífuga) e facilitar o impulso de quando sobem. Quando os carros sobem, eles perdem velocidade, pois trocam o tipo de fonte de energia – e esse fato é utilizado de modo vantajoso nas montanhas-russas.

 
montanhas-russas
 Ao alterar o raio de curvatura dos trilhos e a altura, a aceleração é mantida durante o percurso do trem e isso faz com que o impacto seja menos agressivo nos passageiros. Para termos noção, em 1895 foi construída uma montanha-russa com o arco 100% circular nos Estados Unidos, em Cony Island, fazendo as pessoas atingirem 12 G (doze vezes a força da gravidade). Rapidamente as pessoas pararam de ir à atração, já que a força induzida no momento de descer o loop era tão forte que a perda de consciência e os enjoos eram comuns em quase todos os passageiros.

 
Via Mega Curioso.

Postado em: CuriosidadesTecnologia Por: Binho

A contribuição de Stan Lee para as histórias em quadrinhos é gigantesca, não só pela quantidade de personagens que o autor criou, mas também pela importância de alguns desses personagens para a cultura pop mundial.

Esse é um pequeno ranking com as 15 criações mais importantes de Stan Lee:

 

15 – Adam Warlock

Criado em parceria com Jack Kirby, o personagem é central em qualquer aventura cósmica da Marvel e já passou por várias fases e conflitos espaciais.

Adam Warlock 

14 – Mar-Vell

Criado em parceria com Gene Colan, Mar-Vell inicialmente surgiu como um vilão, mas logo se tornou o poderoso Capitão Marvel que anos depois seria o personagem principal de um dos maiores clássicos da editora: A Morte do Capitão Marvel.

Mar-Vell 

13 – Homem-Formiga

Junto com Larry Lieber e Jack Kirby, Stan Lee criou o cientista Hank Pym e empregou nele histórias heroicas misturadas com ficção científica nas quais o herói não usava apenas a força, mas também sua inteligência.

Homem-Formiga 

12 – Doutor Estranho

Criado em parceria com Steve Ditko, o Doutor Estranho estrela histórias recheadas de misticismo e magia, o que diferencia bastante de tudo o que estava sendo feito na época em que ele foi criado e só acentua a riqueza criativa de Stan “The Man” Lee.

Doutor Estranho 

Continue Lendo

Postado em: CuriosidadesListas Por: Binho
XvideosPorno

Polly é uma ilustradora russa que resolveu criar um projeto curioso e bem inusitado: analisando as características físicas e de personalidade das personagens de Bob Esponja, ela conseguiu criar uma versão humana de cada uma delas, e o resultado é, no mínimo, muito interessante.

Analisando as imagens feitas por ela, percebemos o cuidado que Polly teve com cada detalhe, do mais minucioso aos mais aparentes, ao ponto de que, se tiverem que sair do fundo do mar para virem morar entre nós, eles estarão muito bem personificados. Veja:

 

1 — Bob Esponja

Bob Esponja 

2 — Patrick

Bob Esponja 

3 — Seu Siriguejo

Bob Esponja 

4 — Lula Molusco

Bob Esponja 

5 — Sandy Bochechas

Bob Esponja 

6 — Pérola

Bob Esponja 

7 — Plankton e Karen

Bob Esponja 

Via Mega Curioso.

Postado em: ArteCuriosidades Por: Binho

LegoOs bloquinhos coloridos e inconfundíveis da Lego são familiares a quase todas as pessoas.

Mesmo que o brinquedo não seja da sua geração, você com certeza já viu filmes e games baseados na ideia dos bonequinhos feitos com o material.

Ou, pelo menos, soltou uma frase cheia de palavrões quando, por descuido, pisou descalço em uma das peças.

O LEGO, criado nos anos 40, é uma combinação da frase dinamarquesa “leg godt”, que significa “jogue bem”.

Após vir ao mundo, o brinquedo fez sucesso e conquistou os quatro cantos do mundo, sendo usado por crianças e adultos.

Como nem só de pimpolhos é composto o fã-clube, é claro que os marmanjos usaram a “tecnologia” dos bloquinhos para criar construções incríveis.

Reunimos oito delas em uma lista – que vai fazer você correr para casa e procurar sua caixa de brinquedos.

 

1. Porta-aviões U.S.S Intrepid

 

Lego 

Esta versão de 2 metros de comprimento da embarcação do exército dos Estados Unidos encabeça a lista.

Construído pelo artista Ed Diment, a réplica utiliza impressionantes 250 mil blocos individuais e levou cerca de um ano para ser construída.

O serviço é completo: além do gigante porto flutuante, foram construídos os caças – Wildcat e Corsair – e até os trabalhadores e mecânicos.

 

2. Carro em tamanho real com motor a ar

 

Lego 

Já existe um veículo totalmente funcional, construído inteiramente com Lego.

Ele possui um motor de 256 cilindros, movido por ar comprimido e, sim, cabe uma pessoa dentro!

O projeto é de Steve Sammartino de Melbourne, Austrália, e veio após um financiamento de U$ 22 mil.

Foram necessárias ao menos meio milhão de peças e dois anos de paciência e aperfeiçoamento para render um percurso de 12 a 19 quilômetros por hora.

 

3. Uma casa inteira

 

Lego 

Os vinhedos ingleses e seus imensos espaços levaram James May e alguns amigos a uma empreitada ambiciosa.

O imóvel de dois andares, seis metros e mais de três milhões de Legos precisou de mais ou menos mil voluntários para sair do papel.

A estrutura não tinha só as peças no lugar da alvenaria.

Por dentro, banheiros, chuveiro, móveis, lençóis e até itens de cozinhas feitos com os miniblocos.

Apesar do esforço sem fim colocado em cada detalhe, a construção foi demolida em 2009.

 

4. Mesa de reunião

 

Lego 

Quando a equipe da ABGC, uma firma irlandesa de design arquitetônico, foi contratada para redesenhar uma agência na capital, trouxeram ideias inovadoras.

Uma deles: uma mesa enorme feita com 22.740 peças de Lego para a sala de reunião.

Juntando mão-de-obra de funcionários da própria companhia, a mesa colorida ficou pronta e deu um tom mais descontraído durante o brainstorming.

5. Encouraçado U.S.S Missouri

 

Lego 

Um dos mais importantes navios da Marinha dos EUA durante a Segunda Guerra, o Missouri foi reproduzido em uma réplica de mais de sete metros, com escala de 1 para 40.

Os detalhes são impressionantes: ponte rolante motorizada, torres, postos avançados, canhões, bandeiras, funcionários, navios de fuga, aviões e tudo o que você realmente encontraria no modelo real.

Só não é possível colocar na água e sair navegando.

 

6. Batmóvel

 

Lego 

Um dos carros mais famosos do cinema já tem sua versão de “brinquedo” em tamanho real.

Feito com 34 mil peças, o modelo foi exposto no Auto Show dos Estados Unidos há alguns meses e levou fãs ao delírio.

O carrinho de pouco mais de cinco metros de comprimento é feito 100% com Lego.

Mas também está 0% à venda, deixando os fãs (e nós) 100% decepcionados.

 

7. Cidade japonesa futurística

 

Lego 

Esculturas abstratas também podem ser feitas com Lego.

A ideia de uma cidade japonesa do futuro acabou em uma construção feita com mais de 1,8 milhão de peças.

Projetada por mais de cinco mil estudantes, em alusão à reconstrução do país após o tsunami de Tohoku, em 2011, o modelo tem nada mais nada menos do que 24 metros.

O projeto foi tão bem feito que a própria Lego patrocinou, fornecendo as peças.

 

8. Volto XC90 em tamanho real

 

Lego 

A parceria entre a Lego e a Volvo teve um resultado impecável – e que precisou de muita paciência.

Talvez um dos modelos mais detalhados da lista, o XC90 foi cuidadosamente feito em tamanho verdadeiro.

A perfeição é tanta que parece que estamos olhando para uma imagem do carro em 8bit.

Foram usadas 200 mil peças e especialistas das duas marcas.

No entanto, o carro não pode ser dirigido.

 

Vis VIP.

Postado em: CuriosidadesListas Por: Binho