TOPO
  • 23/04


    Jogo do Barcelona e playboy da Sandy são duas coisas que o brasileiro jamais abrirá mão de ver. É saber que o time catalão estará em campo que a cuecada já se prepara para um show de Messi e companhia que parecem sempre jogar no very hard.

     

    Sou sacana, daqueles que torce pro pior time só pra poder causar discussão e ficar dias lembrando do mal feito, e hoje posso afirmar que um dos meus maiores desejos é ver o Barça se lascar de verde, amarelo e nariz de palhaço. Eita timinho metido a besta. Contra o Chelsea (além do meu conterrâneo e vizinho Ramires) tinham vários motivos para secar como nunca o time do argentino baixinho tirador de onda. Uma porque não os acho essa Coca-Cola toda, outra que aquele futebol omelete – mexe pra lá, mexe pra cá, mexe de novo e fica mexendo – enche a porra do saco e o dia em que eu torcer pra um time faturar tudo, estarei falando do Flamengo.

     

    Mal havia começado o jogo e aquele futebolzinho enjoado já dava resultado com bola na trave, dribles, troca de passes… Foi aí que resolvi apelar e ligar o secador nível máster estrela no único intuito de ver os espanhóis jogando no sufoco. Deu certo. Depois do gol do Drogba (como mete gol esse cara!) eles até continuaram jogando, mas quando deu lá pros meados da etapa final eu sorri com todas as minhas forças. Já poderei falar com meus netos que vi esse Super Barcelona que a mídia chupa jogando um futebol “a la porra”, dando bicudo pro alto, Messi voltando pra buscar a bola na defesa, lançando bola na área, um festival de sufoco. Esquema tático já tinha ido pra casa do Carvalho há muito tempo.

     

    Posso estar viajando total, mas nunca vi, nem verei tudo isso nesse Barcelona. A estratégia de colocar a bola debaixo dos braços e dar no máximo três chances de gol ao adversário é realmente interessante, mas com a bola rolando ta na cara que os homens passam sufoco. E eu ainda pago pra vê-los enfrentando um time brasileiro (empenhado) daqueles estilo Atlético-PR na Arena da Baixada ou outro que tenha um zagueirão do tipo Júnior Baiano que desce a porrada em malandro que gosta de sair costurando. Messi jamais vingaria num futebol onde logo após o domínio a porrada canta.

     

    No Brasil ninguém domina a bola e pensa no que fazer com ela. Cara já recebe sabendo que virá um mordendo, outro na sobra e um terceiro pra parar a jogada caso os dois primeiros não dêem conta. Já na Espanha (e Europa em geral) é possível tabelar na intermediária. Como permitem isso?

     

    Santos só não ganhou o Mundial porque faltou ovo. Respeito demais. Se entrasse disposto a descer a porva duvido muito que teriam pagado aquele mico maior que o King Kong.

     

    Essa semana tem o jogo de volta lá na casa dos caras, onde qualquer empurrão é falta e espirro dentro da área é pênalti. Espero que coloquem um juiz que tenha peito e ovo, muito ovo, porque se eles cismarem de partir pra cima sem freio igual fizeram com o Milan, Ramires vai engatar a 5ª marcha e vai ficar ruim pro centenário Puyol pegar. Afinal água morro abaixo, fogo morro a cima, mulher quando quer dar e Ramires na correria é ruim de segurar. E dá-lhe Chelsea – para salvar o churras na casa do Ramires caso sejam campeões. Vocês não tem noção do que é uma festa na casa desse cara.

     

    Dois Toques e a gente sai na cara do gol.

     

    Não deixem de curtir minha página, o Flagaiato, nem de deixar suas mensagens, críticas e xingamentos (que não sejam dirigidos à minha mamaezita) no email [email protected]. Aproveitem e sigam @flagaiato no twitter.

    tags: , , , , , , ,

    Leia também:
  • Comentários

    Veja posts legais de outros blogs