Tag: santos

Garotas de programa de Brasília - Brasil lovers

Neymar virou desenho em quadrinhos. Mauricio de Souza usou o Twitter para divulgar a primeira imagem, já aprovada, de Neymarzinho, que será um dos personagens de suas histórias em quadrinhos ao lado da Turma da Mônica. Na imagem, o jogador posa com Magali.

 

“Neymarzinho e Magali, santistas decididos, comemoram os 100 anos do Santos, clube do coração”, escreveu Mauricio.

 

O desenho faz parte das comemorações do centenário do Santos.

 

 

Via Extra.

Postado em: CuriosidadesImagensNotícias Por: Binho


Povo bandeiraduense que fortalece essa coluna futebolisticodesportivo a vera, confesso estar boquiaberto e deveras chateado com o acontecido hoje pela manhã em Yokohama. Que o Barcelona é um grande time, fantástico e dificílimo de atropelar todos estamos carecas de saber e não é isso que me aborrece. O que me deixa em ponto de ebulição é a vergonha mundial que o time da Calopsita nos fez passar para todos os habitantes do 3º planeta. Porque desde que comecei a escrever nesse site paulista e até mesmo em meu blog pessoal super-fodão que arroto nível guaraná de festa que o Brasileirão é pra quem tem ferramenta e não trabalha a meia-bomba. Então, como fica o seu, o meu, o nosso prestígio ao ver a equipe que ganhou, empatou ou perdeu dando sufoco em nossos times sendo humilhada, assediada sexualmente pra uma bando de dançarinos flamencos que não enfiam 4 ovos nem no poderosíssimo Gijon?

 

Em pensar que coloquei meu aparelho de som ultra possante pra me despertar às 8 da matina afim de ter tempo suficiente de preparar o sucrilhos, o suco de caju e todas as guloseimas características da matina do sábado constantino e tudo o que vejo é um time jogando com o handicap no máximo e o outro todo de setinha roxa e lesionado. Verdadeiros players 2. Pobres santistas, deu nem pra torcer. O time do Paucelona socava com raiva e parecia fazer um jogo treino contra os reservas do Cirque du Soleil e ao fim do primeiro tempo fez toda a América que sonhou faturar a Libertadores 2010 levantar aos mãos ao céu e uníssonos entoarem “Obrigado Senhor, poderia ter sido conosco”. No Parque São Jorge, bandeiras de agradecimento ao Tolima viam-se aos montes, enquanto nas Laranjeiras o Fluminense agradecia a porrada trazida na bagagem da Argentina – que é melhor do que o King Kong trazido pelo Santos.

 

De verdade. Nunca antes na história desse país viu-se tamanha piaba at world. Eu, babaca pra cacete como meu brother semi-salvo Thadeu Valadão (blogueiro do Vascaínos S.A), torcia para uma vitória do Barça, mas juro que no decorrer do jogo começou a dar pena. Aliás, no andar da partida minha veia judaico-profética tentava uma conexão com Montevidéu para tentar imaginar do que os caras do Peñarol estariam xingando a mãe de cada um dos jogadores santistas. E não seria por menos, afinal ir pro Japão pra virar piada é no mínimo putaria.

 

E a equipe uruguaia dificilmente venceria o time espanhol, mas de 4 nem meu Mengão – que só levou 4 da La U porque o time não estava afim de ir pro Chile – levaria. A velha e clássica porrada inicial no craque adversário dada por aquele volante que sempre sai no segundo tempo, toda e qualquer equipe com o mínimo de malandragem teria dado. A botinada que janta bola, grama, canela e tornozelo rende simultaneamente um cartão amarelo ao agressor e um amarelamento pessoal ao agredido, no caso Messi. E evita (com selo e garantia do INMETRO) gracinhas posteriores.

 

O fato é que o Santos apresentou um futebolzinho das várzeas do Nordeste, Neymarra nem encostou na bola, Ganso mostra-se afogado e além de uma aula de futebol, o Socacomraivacelona mostrou outra coisa valiosa ao mundo. Se for disputar o Mundial, não é vergonha nenhuma ir com um time com mais de 3 jogadores decentes e mais novos que o Zagallo. Aliás, é bom e evita virar charge e manchete de mau gosto no Olé, que deve estar mais feliz que cafetão em festa de bordel.

 

Revoltado com a queda mais abrupta que a do Avaí de nosso mercado futebolístico na bolsa de valores e ciente de que não mais nos veremos até o início de 2012 por conta da paralisação de férias que todo mortal vacinado e bem instruído tem direito, desejo a geral que ficou na Série A um Feliz Natal e um Ano Novo de felicidades e de muita bebedeira –eu disse MUITA. E ao Santos… Porra Santos, vocês arrebentaram com a nossa vida.

 

Dois Toques e a gente sai na cara do gol!

 

Não deixem de curtir minha página, o Flagaiato, nem de deixar suas mensagens, críticas e xingamentos (que não sejam dirigidos à minha mamaezita) no email [email protected]. Aproveitem e sigam @flagaiato no twitter.

Postado em: Dois toques Por: Jo-Mariano

 

hauahuahauhauhauhauhauhahuahauhauhauhauahuahuahauhauhauahuahauhauhauh

Postado em: HumorImagens Por: Binho
Anuncie Aqui
12
dez
PUTOKIO PARIU


Salve povo bandeiraduense que se delicia a vera com essa interface nova e super maneira desse site que além das fontes novas ainda conta com um bonequinho super sacana a te cobiçar na cara grande sempre que encarado nos olhinhos. Sei que, assim como eu, vocês sentem uma falta absurda e já entram na fase de abstinência do Campeonato Brasileiro, que de tão longo e interminável entra pra família. Mas não se preocupem, temos aí o Mundial de Clubes disputado por um monte azarões estilo Figueirense 2011, Santos e o tal Barcelona – que não julgo ser essa Coca-Cola toda.

 

O time comandado por Guardiola é indiscutivelmente a melhor equipe da Europa, oriente-médio e confins da Terra, porém garanto sob aposta milionária que se disputassem nosso Brasileirão Soca Com Raiva estariam naquelas crises onde a torcida balança dinheiro e chama o craque de pipoqueiro, nesse caso Messi. Que o argentino é bola pra cacete não podemos cometer a insanidade de negar, mas contra Getafe, Gijon e mais dezenas de Atléticos e Madrids que não fazem nem cócegas até mesmo o pavoroso time do São Paulo num mistão com o Botafogo e a zaga do Cruzeiro tiraria onda e praticaria o ato exterminador de moral de fazer miséria sem olhar pro cadáver e desejar boa viagem. Os campeonatos inglês, espanhol, italiano e de todos aqueles países, cujo capitalismo sentencia a pedir esmola na beirola árabe petrolífera em questão de tempo, não possuem (somando todos) 10 equipes que dê um suador em nosso rebaixado América-MG. Sempre endinheirados, esbanjadores e montadores de seleções, tais equipes só fazem bonito e faturam mundial aos montes porque os brasileiros raramente lá chegam – culpa de nossos rivais sulamericanos e não deles.

 

É a única explicação cabível para que em quase um século de profissionalismo do soccer brazuca tenhamos apenas 6 equipes que foram pro Japão e voltaram com o caneco na mão. O futebol penta-campeão do mundo necessita urgentemente, por uma questão de sobrevivência, aprender a discernir campeonato estadual, de nacional e Libertadores. O caneco-mor da América de baixo pede uma dose de filhadaputismo 90 minutos por jogo. Não se ganha Libertadores apenas na bola. Catimba, pressão da torcida e porradaria com a finalidade de desestabilizar o adversário são tão fundamentais quanto saber cobrar pênalti, tabelar dentro da área e não tomar gol de escanteio. Tá certo que a nossa seleção há pelo menos 5 anos vêm mostrando uma decadência quase uruguaia, mas não podemos associar tal vergonha ao rendimento dos times da terra dos pikas do futebol.

 

Vejo a Universidad de Chile meter chinelada no caríssimo Flamengo, passar na maciota sobre o embaladíssimo Vasco, LDU entrando pro livro dos algozes tricolores, Tolima fazendo busto de bronze em cima do Corinthians e me pergunto qual o antídoto para impedir que esses pelas-saco continuem nos alisando como se aqui fosse a casa das primas. Nosso campeonato é o mais terrivelmente assustador da Via Láctea, ídolos mundiais tremem na base quando pensam que irão mitar e vêem Kempes abrir o placar logo aos 5 minutos, a imprensa mundial se lasca na profetagem quando inutilmente arriscam palpites sobre o campeão antes do torneio começar e esses tataranetos maias, astecas, sem título mundial e de seleção que faz clássico com a Bolívia pegam nossos times e machucam como se fosse a coisa mais habitual do planeta.

 

Passou da hora de mudarmos esse conceito e entender que Brasileiro sem Libertadores é como Libertadores sem Mundial. É comprar o doce, lambê-lo e ser roubado. Só serve pra dar água na boca e servir de escárnio pro vizinho. O projeto Tóquio fundado pelo Flamengo em 1981 carece de ser reintegrado às mentes brilhantes dos dirigentes brasileiros a fim de que corriqueiramente nossos clubes tenham estampados em suas camisas aquele logo violentão de campeão mundial que cala os rivais por pelo menos 365 dias.

 

O Santos disputa essa semana o Mundial de Clubes e esperamos que mesmo o time sendo velho e tendo apenas dois craques muito acima da média e um centro-avante assustadoramente matador, consiga não “colorar” como o Internacional ano passado que perdeu para um tal de Mazembe – time com nome de ritual afro para ressurreição de sogra – e, ao contrário dos vermelhinhos da Província Cisplatina, possa voltar com esse caneco pra terra do samba, porque outro Mundial de presente pro Barcelona será no mínimo patético.

 

Dois Toques e a gente sai na cara do gol.

 

Não deixem de curtir minha página, o Flagaiato, nem de deixar suas mensagens, críticas e xingamentos (que não sejam dirigidos à minha mamaezita) no email [email protected]. Aproveitem e sigam @flagaiato no twitter.

Postado em: Dois toques Por: Jo-Mariano

Saiu no globo.com: “Artista plástico cria boneco de Neymar.”

huahuahua, esqueceram de avisar o cara ae que o Neymar não joga no SPFW…. huahuahua

Postado em: CuriosidadesHumorImagens Por: Binho
acompanhantes de são paulo