TOPO
  • 27/09

    Veja essa curiosa lista com alguns dos trens mais rápidos do mundo!

     

    108

     

    Imagine fazer uma viagem de trem de São Paulo ao Rio de Janeiro em apenas duas horas? Seria ótimo, não é mesmo? Pois, no Japão, uma viagem um pouco mais extensa entre Tóquio e Osaka — com uma distância de 515 quilômetros entre as cidades — pode ser percorrida em apenas duas horas e vinte e cinco minutos no trem bala da rede ferroviária de alta velocidade Shinkansen. Confira mais detalhes deste e de mais alguns dos trens mais rápidos do mundo.

     

    NO JAPÃO

     

    109

     

    O Japão construiu a sua primeira rede ferroviária de alta velocidade, chamada Shinkansen, em 1964 e continua a ser um líder em tecnologia do trem bala, colecionando números impressionantes. A sua linha mais conhecida transportou 143 milhões de passageiros em 2012 com velocidades máximas de até 270 quilômetros por hora.

     

    São seis linhas principais e duas intermediárias, sendo que a linha Tokaido Shinkansen, que conecta as cidades de Tóquio e Osaka, faz o percurso em duas horas e vinte e cinco minutos. Esse seria aproximadamente o mesmo tempo que o passageiro levaria para voar, incluindo o tempo de antecedência necessário para o check-in e procedimentos de transporte. Apesar de muito eficiente, esse ainda não é o mais rápido da lista.

     

    NA FRANÇA

     

    110

     

    Muitas partes do mundo que têm sistemas de trens de alta velocidade ainda vendem passagens muito caras para esse tipo de transportes. Entretanto, isso está mudando, pois uma nova linha francesa de OuiGo traz preços mais acessíveis para os passageiros.

     

    Lançada em abril deste ano, a linha liga Paris ao sudeste mediterrâneo da França por preços a partir de 10 euros (ou até menos, se compradas com antecedência), chegando a velocidades que alcançam 300 km por hora. O serviço é considerado, até agora, o mais barato entre as redes ferroviárias de alta velocidade no mundo.

     

    NA CHINA

     

    111

     

    O trem Shanghai Maglev leva e traz viajantes da cidade para o aeroporto de forma bastante veloz. Nesta viagem, de 30 quilômetros, ele pode chegar a uma velocidade impressionante de 415 km por hora, durando apenas oito minutos. Esse trem utiliza um sistema de levitação magnética, em que é propulsionado pelas forças atrativas e repulsivas do magnetismo através do uso de supercondutores.

     

    Este transporte praticamente “voa” pelos trilhos e pode alcançar ainda velocidades de até 500 km por hora, tornando-se um dos mais rápidos do mundo. A China é uma das maiores produtoras desses sistemas de alta velocidade, tendo a maior rede do mundo com quase seis mil quilômetros de trilhos.

     

    NA ESPANHA

     

    112

     

    Um dos destinos mais adorados e bonitos da Europa, principalmente no verão, a Espanha pode ser uma ótima opção para quem deseja um sistema de transporte eficiente e rápido. De acordo com o World Resources Institute, sua rede ferroviária de alta velocidade é a maior da Europa, tendo mais de 1,9 mil quilômetros de trilhos e mais 1,1 mil em construção.

     

    A linha de alta velocidade que liga Madrid a Barcelona viaja a 300 km por hora, fazendo a viagem em menos de três horas.

    Via Megacurioso.

    tags: , , , , , , , , , , ,

    Leia também:
  • Comentários

    Veja posts legais de outros blogs