Garotas de programa de Brasília - Brasil lovers
04
abr

No porno as mulheres ganham mais que os homens

O portal de notícias G1 entrevistou algumas atrizes e atores pornôs famosos em sites como brasileirinhas, pornhub, porno doido e xvideos para entender a diferença salarial entre homens e mulheres na indústria pornográfica.

Não é nenhuma novidade que as mulheres ganham menos que homens. Só aqui no Brasil, a diferença média é de 30%, apontam dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mas na indústria pornô a história é diferente e para entender o motivo o G1 conversou com atrizes e produtores para entender porque as mulheres ganham até o dobro que os homens para participarem de filmes adultos, confira algumas respostas:

1. O público desses filmes é predominante masculino, portanto as atrizes são o principal atrativo; 2. É a mesma lógica da indústria da moda e da beleza: as modelos são as grandes estrelas, não os modelos; 3. Na gravação das cenas, o desgaste físico das atrizes é maior que o dos atores; 4. Para elas, a preparação antes de entrar em cena exige mais, com sessões de maquiagem, de foto, vídeos sensuais, enquanto o trabalho dos homens é, em tese, mais fácil; 5. Há mais homens dispostos a trabalhar neste mercado do que mulheres; 6. As atrizes têm exposição muito maior diante das câmeras, com closes constantes etc. A palavra “exposição” foi usada por todos os entrevistados; 7. Fora das câmeras, a exposição também é maior: atrizes sofrem mais com preconceito da sociedade por causa do machismo, estão mais sujeitas a constrangimento. É como se, para elas fazer pornô, pegasse mal, ao contrário dos homens;

O portal de notícias ouviu estrelas pornôs renomadas como Angel Lima, Fabiane Thompson, Emme White, Patrícia Kimberly entre outras. Pelo menos no mundo pornô as mulheres podem se orgulhar e falar pra todo mundo que ganham mais que os homens.

Postado em: Publieditorial Por: Binho


Deixe seu comentário:

acompanhantes de são paulo