TOPO
  • 06/12

     

    A decisão foi tomada em 2004: a Porsche começa a planejar a construção de um museu para contar sua história aos visitantes de todo o mundo. Separou para esse propósito nada menos que 50 milhões de euros, sem esperar que tudo isso custaria pelo menos o dobro.

     

     

    O lugar não poderia ser outro: a mesma cidade onde está localizada a sede da empresa, Stuttgart, Alemanha. Toda a história da Porsche está intimamente ligada a esse centro urbano, e os amantes do carro de todo o planeta já associam a marca à cidade.
    E o edifício não poderia ser um prédio qualquer. Teria que ser a edificação mais espetacular já construída na história da empresa. Por isso, a escolha do escritório de arquitetura que desenharia o projeto exigia todo o cuidado. Foi então aberto um concurso do qual participaram 170 escritórios de toda a Europa. Desses, 10 foram selecionados para uma segunda etapa. Em fevereiro de 2005 o processo foi encerrado, e o escolhido para desenhar o edifício foi Delugan Meissl Associated Architects, de Viena, Áustria.

     

     

    O projeto de Delugan Meissl consiste em um edifício com um corpo dinâmico e monolítico, exatamente como são os carros produzidos pela empresa. Esse corpo monolítico está posicionado de forma a transmitir leveza, parecendo flutuar acima do primeiro piso. As formas não convencionais foram propositadas, pensadas de modo a atrair ainda mais as atenções.

     

     

     

     

     

     

     


     
    Via

    tags: , , , , , , ,

    Leia também:
  • Comentários

    Veja posts legais de outros blogs