TOPO
  • 27/09

    Vocês podem até dizer que quem tem um relacionamento à distância não é muito inteligente, afinal, existem milhares de outras pessoas na sua cidade a quem você pode dar carinho, amor e é claro, ter sexo. Mas na cabeça das pessoas que tem um relacionamento à distância, não é assim que funciona. Elas sabem que em breve estarão juntas e juntas, poderão fazer o que querem.

     

    A questão é que geralmente, quem condena esse tipo de relacionamento, sabe que não é capaz de suportar ficar um, dois ou até mais meses sem transar. Então acaba terminando tudo, afinal, a pessoa precisa de atenção e alguém ao seu lado. Ou simplesmente trai, por motivos puramente carnais.

     

    Não estou dizendo que quem não suporta namorar a distância está errado ou certo, como também quem o faz está correto. Vai de cada um. Mas uma coisa é certa: quem namora à distância, quando vê o parceiro, sempre tem o melhor sexo da sua vida.

     

    Você já assistiu Cães de Aluguel? Pois bem, é um filme clássico do Quentin Tarantino. Em sua introdução, os personagens do filme discutem sobre a música da Madonna “Like a Virgin”. Vejam bem o que o Tarantino (que também atua no filme) tem a dizer sobre a música:

     

     

    Tarantino, no filme chamado por Mr. Brown, teoriza “Like a Virgin” da seguinte forma:

     

    Vou dizer para vocês do que se trata “Like a Virgin”. É sobre uma garota que gosta de caras de pau grande. A música toda é uma metáfora sobre paus grandes. “Like a Virgin” não se trata de uma garota que conhece um cara legal. “True Blue” é sobre isso, com certeza. Deixa eu te dizer sobre o que é “Like a Virgin”. É sobre uma garota que transa o tempo todo. Manhã, tarde, noite. Pau, pau, pau, pau, pau, pau! Um dia, ela conhece um cara tipo John Holmes, bem dotado. É como o Charles Bronson em “A Grande Escapada”. Ele está escavando túneis. Pela primeira vez, ela sente o que nunca sentiu: dor, dor. Ele a machuca. Não deveria doer, pois ela já transou muito. Mas quando este cara transa com ela, dói. Dói tanto quanto doeu na primeira vez. A dor a faz lembrar de quando era virgem. Por isso, “Like a Virgin”.

     

    – Mr. Brown.

     

    O que tudo isso tem a ver com namoro à distância? Pois bem, vou contar a vocês. Eu mantenho um relacionamento à distância. Antes disso, eu transava com o cara que eu achasse legal e que parecesse que me daria uma transa boa. Nenhum problema até aí. Comecei a namorar à distância e só via o namorado uma vez por mês. Difícil, muito difícil. Aconteceu que dessa vez, ficamos cerca de três meses sem nos vermos por questões de trabalho e estudos. Enfim, ele veio pra cá e, meus amigos, assim como a Madonna em sua música, eu senti dor como nunca havia sentido antes.

     

    Não sei o que aconteceu, não sei o motivo. A única coisa que sei é que quando senti, quando forçou, quando machucou, eu não consegui. Senti dor como nunca na vida. Foi gostoso? Sim, foi. Toda mulher gosta de um pouco de dor. Dessa vez foi exagerada. Mas eu senti como se estivesse sendo a primeira vez.
    E você, leitora? Já sentiu muita dor assim?

     

    Quer dizer algo, fazer alguma pergunta e manter o anonimato? Então escreva para [email protected].
    Você pode também tirar sua dúvida pelo twitter (@kiruda), não deixe de me seguir.

    tags: , , , , , , , ,

    Leia também:
  • Comentários

    Veja posts legais de outros blogs