TOPO
  • 30/01

    japoneses

     

    Se o máximo de precisão que você já experimentou foi na hora de fazer fila na escola e tomar distância do ombro do colega da frente, esses vídeos vindos diretamente do Japão vão confundir seu cérebro. Curiosamente, os movimentos precisos e sincronizados fazem parte da cultura japonesa e vão muito além da escola, chegando até à universidade.

     

    O grupo da Nippon Sports Science University (NSSU) mantém viva há 47 anos a tradição de caminhar em sincronia. A prática recebe o nome de “shuudan koudou”, que significa algo como “ação coletiva” e é ensinada desde 1966 na universidade, contando com apresentações regularmente.

     

     

    Um dos vídeos (acima) que demonstra toda a habilidade do grupo se tornou um viral no final do ano passado e já foi visto por quase 6,5 milhões de pessoas. Em outra das diversas demonstrações da arte de caminhar em sincronia, 77 alunos se apresentaram para uma plateia de 11 mil pessoas (vídeo abaixo).

     

    Pode parecer fácil, mas aqueles que decidem participar da “Ação Coletiva” precisam praticar três vezes por semana durante cinco meses, além de seguir uma rotina de exercícios para manter o corpo em forma. Ao fim do treinamento, calcula-se que um aluno tenha percorrido quase 1.200 quilômetros, que é mais ou menos a distância entre Paris e Roma.

     

     

    Keiko Suzuki, a capitã da equipe, acredita que desenvolver essa habilidade tem suas vantagens: “As pessoas dizem que falta aos jovens japoneses a habilidade de trabalhar em grupo, mas acabamos de provar que não. Nos saímos bem nesse treinamento que exige muita disciplina e fizemos com que as regras estritas se tornassem um hábito. Acredito que essa experiência será um diferencial quando entrarmos no mercado de trabalho”.

     

    A NSSU é reconhecida por ter formado medalhistas de ouro e alguns políticos japoneses. Mas a grande maioria dos alunos segue carreira como professor de educação física ou treinador.

     

    Via Megacurioso.

    tags: , , , , ,

    Leia também:
  • Comentários

    Veja posts legais de outros blogs