TOPO
  • 30/09


    Salve galerinha bandeiraduense! Vou me apresentando e avisando que todas as sextas-feiras antes de geral partir pra finalizar a Brahma – no Rio é Brahma, falam que em Sampa é Kaiser e no Piauí Urina – estarei aqui deixando minha humilde letra acerca da rodada que passou e mandando uma semi-profetagem da rodada que segue do brasileirão. A idéia é tornar a rapeize que curte secar, torcer ou apenas avacalhar, ainda mais informada sobre o que rola nesse torneio de Nível Pica Estalante onde o Barça estaria lutando pra não cair. E ainda passearemos vez ou outras pelas Oropa pra cornetar os camaradas do outro lado do Atlântico.

    Vamos tentar de uma forma bem lubrificante alivar frinfas possivelmente dilacerados pelas rodadas anteriores, preparar os da perfurada iminente a fim de que tudo seja o menos traumatizante possível e manteremos em níveis admissíveis o frenesi de quem pensa que o Campeonato Brasileiro é como o Mundial de Fórmula 1 onde o campeão sai na 3ª rodada.

    Não pensem que aqui vai rolar nhenhenhé. Quer ficar de perninha, baitolagem e pagando de Justin Bieber vai dar aquela moral semanal na coluna fodástica da Lica Moon e aprender a fazer um brigadeiro enquanto os caras de verdade matam a cerva e xingam vendo o jogo. Aproveita e aprende a lavar aquela cueca que tu cisma que é amuleto só porque seu time não caiu ano passado.

    O espaço é pra quem aguenta a pressão e só pergunta o nome da menina depois de dar o pega pra poder adicionar no MSN. Nada de vacilagem por aqui. Tá tranquilo?

    Quem dedica o ano pra acompanhar o Brasileirão não pode ficar de miguezagem boiolesca. Assim como o Nacional que passou do meio, mas ainda está a 856 rodadas do fim, camarada tem que falar grosso pra não dar vexame e pagar vacilo pra galera gargalhar.

    Esse papinho de convicção infundada é tão fatal quanto perder o goleiro no primeiro tempo. É sempre bom manter os pés no chão e olhar focado pra não sair de macaco aranha. O campeonato voa pra quem está mal e passa como um cágado ferido pra quem está na luta. E qualquer dormida no ponto, qualquer titubeada a vaga de cágago do ano passa automaticamente pra você.

    De início, nessa primeira postagem achei por bem apenas aprontar os corações de quem religiosamente passará aqui pelo Bandeira Dois pra conferir minha letra. Só pra separar quem dá voadora na multidão de quem dá siricutico quando a barata ameaça voar. Nas próximas semanas a gente vai engrossando o caldo, aumentando a acidez até só restarem os
    remanescentes, os cabras, os sinistros de verdade.

    Então espero vocês todas as sextas-feiras naquele horário pré-breja para que tenham assunto de sobra pra mandar na mesa do bar antes de sair de mãos dadas com aquele dragão da mesa ao lado que após a quinta garrafa tu já chama de modelo e ela te chama de Tigrão.

    Vai dando um toque na galera que curte a segunda paixão nacional – a primeira é mulher né -, preparando aquele seu amigo que não grita é campeão há um porrilhão de anos e já fazendo as contas pra próxima sexta onde juntos repararemos o cardápio praquele assunto barzífico que possivelmente se estenderá por toda a noite.
     
    Dois Toques e a gente já sai na cara do gol!

    Pra galera que quiser estar sempre por dentro das minhas humildes letras mal traçadas, estou diariamente postando no Flagaiato. Lá não é eclético como aqui, mas dá pra se divertir legal. Principalmente se o texto estiver falando sobre o encaçapamento do seu rival.
     

    tags: , , , , ,

    Leia também:
  • Comentários

    Veja posts legais de outros blogs