TOPO
  • 11/01

     

    Nova lista de TOP 10 do blog, dessa vez com os 10 maiores best sellers de todos os tempos. Os livros mais vendidos da história.

     

    10. O Código Da Vinci

     

    Autor: Dan Brown
    Quantidade: mais de 80 milhões de cópias

    Lançado em 2003, este é o mais recente livro da lista e traz uma história que mistura a investigação de um assassinato, mensagens subliminares e Maria Madalena. O livro deu origem a um filme estrelado por Tom Hanks.

     

     

    9. O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupas

     

    Autor: C.S. Lewis
    Quantidade: mais de 85 milhões de cópias

    O primeiro dos 7 livros que compõem “As Crônicas de Nárnia” foi publicado pela primeira vez em 1950 e conta a história de 4 irmãos que descobrem um mundo mágico, que é acessado através de uma passagem secreta dentro de um guarda-roupas.

     

     

    8. O Sonho da Câmara Vermelha

     

    Autor: Cao Xueqin
    Quantidade: mais de 100 milhões de cópias

    O autor começou a escrever o livro na China em 1750, vendendo os capítulos para seus amigos e familiares em troca de comida e vinho. A primeira versão chegou ao grande público em 1791, contando a saga do declínio de uma família chinesa durante o século 18. O livro possui mais de 2,5 mil páginas e diferentes enfoques para os mais de 400 personagens!

     

     

  • 12/09

    Pablo Escobar 

    Pablo Escobar está em alta. Com a estreia da segunda temporada de Narcos, a série do Netflix produzida por José Padilha e estrelada por Wagner Moura, a história do traficante colombiano voltou a ser notícia.

     

    Pablo Escobar nasceu em uma família simples, mas com cerca de 35 anos já era uma das pessoas mais ricas do mundo. Ele chefiou o cartel de Medellín e estima-se que sua fortuna tenha chegado a US$ 30 bilhões. Para dar uma dimensão do dinheiro que passava pelas mãos de Escobar, o site Business Insider listou dez números curiosos.

     

    1. Nos anos 1980, o cartel tinha uma receita estimada em US$ 420 milhões por semana, o que equivale a US$ 22 bilhões por ano.

     

    2. Pablo Escobar entrou para a lista de bilionários da Forbes em 1987 e lá ficou por sete anos seguidos. Em 1989, chegou à sétima colocação no ranking.

     

    3. No final dos anos 1980, ele fornecia 80% da cocaína que circulava no mundo.

     

    4. Ou seja, de cada cinco americanos que usavam cocaína, quatro compravam a droga de Escobar.

     

    5. Ele levou aproximadamente 15 toneladas de cocaína por dia aos Estados Unidos. Segundo o jornalista Ioan Grillo, a maior parte da droga do cartel de Medellín entrava pela costa da Flórida.

     

    6. O “Rei da Cocaína” perdia US$ 2,1 bilhões por ano. Sua riqueza começou a se tornar um problema porque ele não conseguia lavar o dinheiro na mesma velocidade em que entrava no caixa. Teve de esconder notas em fazendas da Colômbia, em depósitos e nas paredes das casas de membros do cartel, segundo Roberto Escobar, seu irmão, contador do cartel e autor de um livro sobre sua história. “Pablo ganhava tanto dinheiro que ele perdia 10% por causa dos ratos nos depósitos ou umidade”, escreveu Roberto.

     

    7. Segundo Roberto, Pablo gastava cerca de US$ 2,5 mil em elásticos por mês, usados para organizar as pilhas de dinheiro.

     

    8. Ele usou US$ 2 milhões para manter sua filha aquecida. Seu filho, Juan Pablo, contou essa história à revista Don Juan em 2009. A família estava em um esconderijo nas montanhas perto de Medellín quando sua filha Manuela começou a dar sinais de hipotermia. Ele queimou as notas para mantê-la aquecida.

     

    Veja mais posts sobre as séries da Netflix! >>

     

    9. Ele ganhou o apelido de Robin Hood após dar dinheiro aos pobres, construir casas para os sem-teto, inaugurar 70 campos de futebol e construir um zoológico.

     

    10. Ele fez um acordo com a Colômbia para ser preso, mas em uma prisão de luxo que ele construiu e batizou de “La Catedral”. A estrutura da “cadeia” incluía um campo de futebol e churrasqueira. Ele ficou detido a partir de 1991, mas podia decidir quem seriam seus companheiros de prisão e os funcionários. Ele continuou operando seu cartel e recebendo visitas no local. As autoridades colombianas tinham de ficar a pelo menos 5 km de distância da Catedral.

     

    Via Época Negócios.

  • 19/04

    Segundo o dicionário Michaelis, o significado de política é a administração de nações, arte ou vocação de guiar ou influenciar o modo de governo pela organização de um partido, influenciação da opinião pública e aliciação de eleitores. No domingo (17/04), o Brasil viveu um dia marcante na história da política quando a Câmara dos Deputados fez a votação para abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, sob a acusação de crime de responsabilidade fiscal.

    A arte de governar é o resultado de muitas combinações em que é preciso negociar, fazer alianças e buscar o melhor para a população, certo? Bem, nem sempre isso sai como esperado e são muitas produções que exploram esse universo. Aqui selecionamos 10 que pontuam bem o lado sujo da política e que tratam de temas que os brasileiros se habituaram a ouvir como corrupção, impeachment e CPI.

     

    Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora É Outro (2010)

    Política

    Para colocar o dedo na ferida da politicagem brasileira esse é o filme perfeito. O herói do primeiro filme, o policial capitão Nascimento (Wagner Moura), agora é tenente-coronel e consegue emprego de subsecretário de inteligência. Antes os inimigos eram os traficantes, agora é outro e bem mais poderoso: o sistema formado por policiais e políticos corruptos com interesses eleitoreiros. É na figura da milícia nas favelas que eles se escondem.

    Nascimento bate de frente com o sistema e a trama explora a ligação das milícias com os políticos, o dinheiro por trás de tudo, escutas telefônicas, CPI (Comissões Parlamentares de Inquérito) e o famoso discurso de “eleito democraticamente”. A parte final do filme é emblemática com cenas aéreas da sede do poder em Brasília, ancorado no Palácio do Planalto e com Nascimento dizendo: “O sistema é difícil de derrubar. Ele se reorganiza, articula novos interesses e cria novas lideranças. Agora me responde uma coisa: ‘Quem você acha que sustenta tudo isso?’… Não é à toa que existe tanto escândalo em Brasília, que entra governo e sai governo e a corrupção continua. Pra mudar as coisas vai demorar muito.”

     

    Jet Wash

    Política

    O diretor da franquia Tropa de Elite, José Padilha, está desenvolvendo para a Netflix uma série intitulada provisoriamente de Jet Wash. Ela explora a operação policial Lava-Jato, que investiga casos de corrupção, envolvendo Petrobras, empreiteiras, doleiros, políticos e ainda obras da Copa do Mundo de 2014, da usina Angra 3 e da ferrovia Norte-Sul.

    Em entrevista à revista Veja, Padilha disse que a série não “tem viés político nenhum”. Mas apesar disso, Jet Wash entra nessa lista por causa do caos político vivido no Brasil entre outras causas por causa dessa operação. Para o cineasta brasileiro a Lava-Jato é simplesmente uma operação policial e que há a tentativa de “transformar um fenômeno de natureza policial e legal num embate político”. Segundo ele “tenta-se transformar tudo numa questão ideológica. Mas tudo é caso de polícia”. A série estreia em 2017.

     

  • 23/09

    Para quem viaja bastante, não são poucas as vezes que a experiência de turismo pode se tornar frustrante mesmo em uma cidade que promete ser superdivertida.

     

    Algumas cidades podem contar com diversos pontos turísticos, serem extremamente bonitas, mas fatores como o alto preço de absolutamente tudo ou até mesmo a forma como seus habitantes tratam os turistas podem acabar com o encanto da viagem.

     

    Boa parte dos locais é muito conhecida no mundo do turismo, inclusive, mas falham em algum aspecto e fazem com que seus visitantes não tenham lembranças tão boas assim.

     

    De qualquer forma, estas são as 10 cidades menos amigáveis do mundo para os turistas:

     

    10 – Cannes, França

     

    cidades

     

    A França é um destino sensacional para os turistas: um país carregado de cultura, história e com uma culinária espetacular. No entanto, é sabido que existe uma pequena parcela de franceses que não vai muito com a cara dos turistas – principalmente se você não dominar muito bem o francês.

     

    De qualquer forma, parece que Cannes foi uma das cidades que mais sofreu nas avaliações de turistas com reclamações de tratamento ruim por parte dos habitantes. No entanto, isso parece estar longe de ser uma regra – e é facilmente rebatido pelos outros atrativos da cidade – conhecida pelo tradicional festival de cinema.

     

    9 – Las Vegas, Estados Unidos

     

    cidades

     

    Las Vegas é um dos lugares mais populares dos Estados Unidos, com seus diversos cassinos, hotéis e inúmeros shows… Mas parece que “é só isso”, pelo menos na percepção de diversos turistas.

     

    A cidade pode ser explorada em pouquíssimo tempo – se resumindo à “The Strip”, onde ficam os principais hotéis e cassinos – e oferece pouca variedade de entretenimento. De qualquer forma, o que acontece em Vegas, fica em Vegas.

     

  • 11/05

    Nova edição do TOP 10, e mais uma vez o tema é sobre filmes de terror. Já tivemos aqui no blog o top 10 dos melhores filmes de terror em parceria com o blog Insoonia e a versão em vídeo do mesmo. E agora o TOP 10 dos maiores vilões de filmes de terror. Essa lista foi montada com base em pesquisa de diversos sites do ramo e com os vilões mais vezes citados nesse sites. Veja abaixo a lista e deixa nos comentários se você concorda ou não com ela e quais vilões você acha que deveria estar nessa lista.

     

    vilões

Página 1 de 512345