TOPO
  • 21/05


    Começou o campeonato mais incrivelmente casca grossa e exigidor de ovo do universo da bola, onde qualquer descuido pode custar sua sobrevivência e todo risco tira sangue nessas 865 rodadas que aparenta ter o Campeonato Brasileiro. Mesmo assim (ou talvez por isso) os caras de preto do órgão-mor do esporte mundial em agregação com a Mãe Joana resolveram não cancelarem a bagaça enquanto o calendário europeu da FIFA estiver em pleno funcionamento, o que desvalorizará em cifras nosso torneio e deixarão grandes e médias equipes da Terra Mãe Gentil com as vergonhas a mostra.

     

    Não permitir que o campeonato pare durante as Olimpíadas é de uma filhadaputagem sem freio, e só os prejudicados somos nós, uma vez que o mundo se adequada à realidade da FIFA (ou a FIFA a do mundo) e se existir mais alguém que não esteja devidamente adaptado ao modelo fifaniano, seu campeonato nacional nem de longe se equipara ao nosso no que tange a competitividade, dígitos, moral, exposição mundial,etc.

     

    Então, é preciso fazer uma sonora limonada com esse limão. E já que alguns times ficarão até 15 rodadas sem seus maiores craques e fatalmente o ferro vai entrar, façamos valer a velha máxima dos nobres: O que é um peido pra quem está cagado?

     

    Digo que nesses amistosos de nível avantajado que teremos em breve, Mano Menezes, pelo bem da Nação, deveria colocar só a molequeira pra jogar, só a galerinha que vai pra Londres, porque esses buchas velhacos que empesteiam nossa seleção com lentidão, fadiga e pouco raciocínio já provaram seus poderes cancerígenas capazes de infectar de perebagem aguda até o garoto Neymar. Seria bem mais lucrativo usar alguns nunca selecionáveis – vai que alguém arruma alguma coisa? Não deve ser tão difícil assim encontrar quem renda mais que Sandro, Luisão, Lucas Leivas e Fernandinho. Afirmo até que se escalados a esmo todos os selecionados fariam mais jus a amarelinha que esses inermes patifes supracitados.

     

    Mais de 70% da Nação já enjoou desse papinho de “manter a base” como justificativa à sempre convocação de alguns jogadores. Base que se mantém é base vitoriosa, e o Brasil ainda não tem essa base. Estamos por volta de dois anos da Copa do Mundo e os melhores jogadores que temos na seleção são os que ainda não vacilaram. Ninguém deslanchou a ponto de ser incontestável. Suamos pra vencer a Bósnia, lembrem-se.

     

    Com esse aleive infido de base que deve ser mantida, Mano Menezes nos cozinha há tempos e ao contrário do ríspido, incapaz e burro do Dunga, não ganhou porra nenhuma. Se com o Dunga tava mal, com o Mano tá pior. A diferença entre o demitido e o atual é que inversamente ao primeiro, Mano tem boa fala, uma irritante fleuma, sabe dialogar e esbanja um pseudo-carisma que se não controlarmos nossas emoções certamente choraremos. Mas nesse lenga-lenga, falsa sapiência e coitadismo estamos vendo mais uma Copa do Mundo indo pro ralo.

     

    Nunca torcerei contra a seleção brasileira. Não faz o meu perfil, mas uma série de cocos seguidos bem que poderiam despejar o protegido da Globo. Com base numa fé que não sei de onde provém, acredito que esse ano as Olimpíadas vem pro papai, mas isso garantiria o treinador até meados do centenário de Marin, o que é mau. Todavia, ver o Mano rodar para outro chegar, nada mudar e a dinastia imbecil supremo continuar é preferível deixar quem está há mais tempo no comando, afinal os profetas e gatos-mestre brasileiros afirmam com toda a veemência que isso faz alguma diferença. Fazer o quê?

     

    Dois toques e a gente sai na cara do gol!

     

     

    Não deixem de curtir minha página, o Flagaiato, nem de deixar suas mensagens, críticas e xingamentos (que não sejam dirigidos à minha mamaezita) no email [email protected]. Aproveitem e sigam @flagaiato no twitter.

    tags: , , , , , , , ,

    Leia também:
  • Comentários

    Veja posts legais de outros blogs